Superstições

Superstições
 
LoginRegistrar-seInícioFAQMembrosBuscarGrupos
Compartilhe | 
 

 Algumas Lendas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
Admin


Mensagens: 7
Data de inscrição: 13/10/2008
Idade: 19

MensagemAssunto: Algumas Lendas   3/11/2008, 18:33

Lenda de “Castendo”

Um dia um Rei andava a viajar e ao passar por Penalva do Castelo, viu uma senhora a estender roupa e perguntou-lhe o nome da terra. A senhora compreendeu que o Rei lhe perguntou o que fazia respondeu: eu cá estendo. Tendo o Rei percebido “Castendo” anunciou aos seus acompanhantes que esta terra se chamava “Castendo” hoje Penalva do Castelo.



Lenda do Lobisomem

Era uma vez um casal que tinha um filho. O filho já era um Homem falado.

Todas as luas-cheias saía sem dizer nada a ninguém. Porém o pai que já andava muito desconfiado disse à mulher: - O nosso filho anda muito estranho desconfio que nos anda a enganar; e acrescentou: - na próxima lua-cheia eu irei segui-lo, para ver o que ele anda a fazer.

E assim quando a lua-cheia chegou o pai viu o filho sair, esperou que ele se adiantasse, e seguiu-o.

Caminharam, caminharam, até que chegaram a um lugar sombrio e cheio de árvores penosas que à noite pareciam fantasmas. O filho, de repente mandou um grito desesperado e caiu no chão, e aí o pai ficou aflito porque viu um ser animal horrível, parecia um lobo.

Assustado com aquilo que viu, fugiu só parando em casa. O pai contou tudo à sua esposa, logo ficou aterrorizado. O pai teve uma ideia, dizendo: - na próxima lua-cheia vou por umas guardas no quarto dele.

E assim fez, pôs as grades, o seu único problema era que o seu filho desse conta, mas não deu. A lua-cheia chegou, o filho estava na cama a dormir quando acordou e viu o pai a fechar-lhe a porta, aflito disse: - Pai deixa-me sair, deixa-me sair!

Mas o pai não cedeu, assim o filho quando se transformou em lobo, o pai foi buscar a arma e disparou, logo se estendeu por causa do sangue. O feitiço desapareceu e o filho ficou vivo mas com a marca da bala, para nunca se esquecer do que se tinha passado.

Diz-se que esta lenda, aconteceu numa terra chamada Quinta da Silva.



Lenda

Conta-se uma lenda, que se diz ser verdadeira, em Castelo de Penalva sobre uma rapariga que foi levar o almoço aos pais, que trabalhavam no campo. Ao regressar teria que passar por um caminho chamado a fonte velha. Este ainda hoje existe e ao passar por ali, contam que apareceu uma moura, atrás da igreja. Era onde os mouros habitavam e ainda hoje existe essa gruta e esse penedo dos mouros.

Então a moura, pediu o cesto vazio que ela trazia. Quando voltou com o cesto, este vinha coberto com a toalha que a rapariga levou o almoço aos pais . A moura disse-lhe para não descobrir o cesto, não olhar para trás, e não parar no caminho até chegar a casa, mas como ela tinha muita curiosidade em saber o que o cesto levava, não cumpriu o que fora dito.

Caminhou um pouco, pousou o cesto e tirou a toalha, e ao ver o cesto cheio de carvão ficou zangada e despejou-o no chão.

Ao chegar a casa, entre os vimes do cesto, iam lá dois bocados de carvão transformados em ouro, ela ficou surpreendida e voltou ao local para apanhar os que tinha deitado ao chão, quando lá chegou já a moura os estava a apanhar e assim termina a lenda. Se ela não tivesse sido, tão curiosa tinha ficado rica porque o carvão transformou-se em ouro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supersticoes.forumeiros.com
 

Algumas Lendas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Lendas amazônicas
» Algumas palavras do comandante do CRSP no antropométrico do dia [7-2-2011]
» Lendas Urbanas Brasileiras
» mitologia germânica, algumas coisas do cristianismo?
» Material Didática Sobre Algumas Disciplinas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Superstições :: -